Das broncas que damos e recebemos

1371270_592985550762346_240083725_n

Para de se fazer de vítima. Reaja. Assuma as rédeas da sua vida. Tire sua felicidade das mãos dos outros. Adoro dizer isso pra te fazer acordar pra vida.

Alguém me chama pelo nome completo. Mau sinal. Lá vem bronca. Oi? As mesmíssimas broncas que sei dar tão bem. Ai, dói. O que fazer? Como fazer? Get out of your own way. É o que eu escuto. Como? Get out, porra!

Alô, é você? Cadê aquela que sorri, que inspira? Sei lá. Se achar, diz que também estou procurando. Isso é vingança. Usar as broncas que te dei contra mim! É nada, é gratidão. Retribuição. Amor. É colocar um espelho na sua frente como você colocou na minha. E te mostrar que a única pessoa que pode te jogar num buraco ou te tirar dele é essa ai, a do reflexo.

Queria um cafuné e um colo e ganho bronca? Porra. Mão na cabeça não faz crescer. Dedo na ferida sim. Filho da puta, custava amenizar? E você pegou leve comigo? Não. E foi tão bom. Doeu. Muito. E curou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s